Nós indicamos: Higashi no Eden

21:56


 Fazia muito tempo que queria assistir a esse anime. Tinha dado uma olhada em uma recomendação dele em uma revista Neo Tokyo anos atrás e deixei anotado seu nome. Quando finalmente resolvi assisti-lo percebi que deveria ter feito antes...
Higashi no Eden se passa no início de 2011, cerca de três meses depois da “Segunda-melancólica” - um atentado terrorista ocorrido 22 de novembro de 2010, onde 10 mísseis atingiram o Japão sem deixar nenhuma vítima e curiosamente foi esquecido por todos. Saki Morimi está viajando pelos Estados Unidos após sua formatura e, acaba arrumando problemas com a polícia, sendo salva de maneira bastante estranha por um jovem nu portando apenas uma arma e um telefone celular em suas mãos. Após se conhecerem, o jovem se apresenta como Akira Takizawa e diz não se lembrar de seu passado, a única pista de sua estranha existência é o celular que incrivelmente possui uma fortuna em créditos digitais. - Anbient.
 Morimi é um doce de menina, além de divertida e curiosa. Acho que essa característica foi a que mais se mostrou ao longo dos episódios. A todo momento ela seguia sua enorme curiosidade por Takizawa sem mesmo se questionar sobre a índole de alguém que acabara de conhecer. Na vida real provavelmente iríamos para longe de alguém que aparece nu segurando um celular futurístico e uma arma, mas a garota se manteve interessada nos mistérios de alguém que nem lembra de seu próprio passado. Qual seria a chance de isso dar certo? Bom, até aí já identificamos o casal.

 Para falar a verdade, eu gosto quando há uma clara definição do que é principal e o que não é em uma história. Nesse caso, apesar de sermos apresentados de início ao casal, ele nunca foi o foco do anime. Veja bem, existe o romance entre Morimi e Takizawa, mas que é pouco explorado pois a trama só se desenvolve a partir dos mistérios do garoto, de sua vida pessoal. E isso não é um ponto negativo, pelo contrário, mostra que a história é boa por si só e que não precisa de enrolação para atrair os telespectadores (isso não é uma indireta).

 Além de ter um tema interessante, o anime é muito bem executado e desenhado, sem deixar grandes falhas. Apesar de começar de forma lenta, aos poucos somos apresentados aos amigos de Morimi, aos outros membros da Seleção (grupo do qual Taki faz parte mesmo sem ter grandes informações a respeito) e qual é o real propósito desse grupo. Mesmo sendo uma animação curta (apenas onze episódios), ela é completa e me remeteu muito a Steins;Gate. Fica aqui a recomendação:

Você também pode gostar

0 comentários

- Aproveite este espaço para conversar conosco. As guardas estarão monitorando e moderando seus comentários para evitar que não sejam lidos e também evitar comentários desrespeitosos;

- Deixem sempre o link de vossos blogs nos comentários para que nós e outras pessoas possam visitar;

- Caso queira entrar em contato sobre o blog use o nosso e-mail (ruadasbegonias@gmail.com).

Siga o blog

Acompanhe pelo facebook

Conheça outros blogs