A censura no k-pop

11:01


 A censura nos trabalhos musicais coreanos é bastante rigorosa. Os programas têm autoridade para decidirem se um vídeo vai ao ar ou não, por exemplo, e isso em nome da proteção à inocência das crianças e a moral pública.

 O Ministério da Igualdade de Gênero e Família (MOGEF) foi criado em 1998 a fim de executar práticas políticas de proteção à família, mulheres e crianças, ficando também encarregado de definir a censura dos trabalhos artísticos. Canções ou vídeos que insinuam ações perigosas, sexo, consumo de álcool são prontamente banidas da televisão. Desde que haja uma restrição para maiores de idade o vídeo só pode ser transmitido depois das dez da noite e as crianças são expressamente proibidas de comprar ou reproduzir tais músicas.

 Em setembro de 2012, foi revelado que a KBS, a MBC e a SBS tinham proibido mais de 1.300 músicas nos últimos três anos. Dessas, 1.190 músicas foram proibidas devido ao uso de palavrões, 263 por conteúdo sugestivo, 218 por publicidade indireta e 63 por retratos negativos de deficientes. Mas parece não haver um padrão para a censura. Dá uma olhada nas diferenças da coreografia de "Something" do grupo Girl's Day:

 

 Uma polêmica crescente refere-se ao fato de muitos dos trabalhos censurados serem escolhidos ao acaso. Foi o caso, por exemplo, das cenas com pole dance no vídeo "How Dare You" (2010) do grupo Sistar que provocaram uma inicial proibição, porém "First Love" do After School nunca sofreu proibições pelo mesmo motivo. Outro caso foi o da coreografia de "Voodoo Doll" do grupo VIXX ter sido alterada para televisão por ser considerada violenta, mas "Warrior" do B.A.P, referenciando tiros, não teve mudanças.


 Essa é outra discussão que pode ver em ótimas postagens no nosso parceiro Hallyu Town sobre o machismo na Coreia, as diferenças de tratamento entre homens e mulheres.

 O grupo EXID lançou um vídeo para a canção "Ah Yeah" (2015), que mostra como a censura muitas vezes quer esconder cenas e atitudes que não farão diferença para o público.
"Liberdade de expressão é o direito de qualquer indivíduo manifestar, livremente, opiniões, ideias e pensamentos pessoais sem medo de retaliação ou censura por parte do governo ou de outros membros da sociedade" - via Wiki.
 Em 2013 a presidente sul-coreana Park Geun Hye determinou uma lei de multa de 50.000 KRW (45.00 dólares) sobre a "super exposição" em público (leia mais aqui). O decreto afirmava que os indivíduos podiam ser multados por nudez ou exposição indecente, mas não funcionou como planejado... Pelo contrário, parece que as roupas ficaram ainda mais curtas.

 Fizemos uma planilha com vídeos, canções e coreografias banidos da televisão e seus respectivos motivos e punições. Confira a planilha completa clicando aqui e alguns dos motivos nas imagens abaixo (clique para ver os vídeos):

   

 Notamos que ao contrário da MBC ou SBS, a KBS é uma estação financiada pelo governo, por isso tem regras mais rigorosas que podem ser melhor compreendidas considerando a pressão que devem sofrer. No entanto, muitos ainda pensam que a proibição de uma música por causa de uma palavra japonesa, por exemplo, é algo bastante bobo, mesmo tendo em conta a história tumultuada do país e, posteriormente, seu relacionamento ainda instável.
"Coerência e censura são totalmente incompatíveis, porque mesmo que um artista faça uma clara violação de um código moral compreensível (como dizer uma palavra explícita ou mencionar um nome de marca), tudo depende da interpretação de um pequeno grupo de indivíduos" - via Soompi.
 O grupo Phantom fez, em 2011, uma canção para homenagear os trabalhos que infelizmente sofreram com a censura. Você reconhece algumas delas presentes na canção?

 E o outro lado da moeda? Os motivos são por vezes plausíveis para determinar a censura como já vimos em vários casos (4L e "Move" que o diga), e a "liberdade de expressão" acaba se tornando um termo que varia de pessoa para pessoa. O que é adequado para mim pode não ser para você, e vice e versa. 


Créditos: 
Kpop Tumblr
Freemuse
Kpopstarz
United Kpop

Você também pode gostar

0 comentários

- Aproveite este espaço para conversar conosco. As guardas estarão monitorando e moderando seus comentários para evitar que não sejam lidos e também evitar comentários desrespeitosos;

- Deixem sempre o link de vossos blogs nos comentários para que nós e outras pessoas possam visitar;

- Caso queira entrar em contato sobre o blog use o nosso e-mail (ruadasbegonias@gmail.com).

Siga o blog

Acompanhe pelo facebook

Conheça outros blogs