Precisamos falar sobre Orange

10:13


 Orange é um anime que, com o perdão pela falta de criatividade, acabou de acabar. Terminei há poucos minutos o último episódio e sinto que preciso fazer uma reflexão sobre essa história. Vamos debater sobre o que aconteceu com o Kakeru?

 O anime conta a história de um grupo de amigos do colegial que receberam uma carta de seu "eu" do futuro contando sobre um incidente que faria com que o novo colega de classe, Kakeru, não estivesse mais com eles dez anos depois. Os cinco tentaram de todas as formas preservar o futuro do amigo com as dicas que estavam em suas cartas, mas tudo foi ficando muito distante da realidade descrita, então em dado momento eles já não sabiam se estavam tomando a decisão certa ou não. Apenas seguiram o seu coração e felizmente conseguiram salvar Kakeru. Esta é uma história triste com um final feliz, mas quantas como essa conhecemos na realidade com um final diferente?

 Justo neste mês em que damos apoio à campanha Setembro Amarelo, à favor da vida, conhecemos a história do personagem Kakeru, um garoto que não conseguiu suportar a perda de sua mãe e acabou cometendo suicídio. Ele sentia uma dor insuportável e deixou sua vida em um acidente. Por isso nós realmente precisamos falar sobre Orange.
"Um problema de saúde pública que vive atualmente a situação do tabu e do aumento de suas vítimas é o suicídio. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas." - Setembro Amarelo
 O Kakeru não contou para ninguém como estava sofrendo. Seus novos amigos não sabiam que ele havia perdido a mãe e que o garoto se sentia culpado pelo que havia acontecido. Ele achou melhor esconder isso dos demais pois aquelas pessoas que gentilmente lhe convidaram para participar de seu grupo não mereciam ouvir histórias tristes. Tudo que ele quis foi preservar sua amizade da melhor forma possível, até chegar o triste momento em que não pode mais suportar a dor. O Kakeru deixou de lado os seus sonhos, os seus amigos, sua avó, seu futuro. Tudo desapareceu num piscar de olhos.

 Na história a falta de diálogo entre os amigos fez com que Kakeru não pudesse pensar bem a respeito do que estava sentindo, uma culpa que não era para existir. E na vida real o silêncio também aumenta a angústia, o medo e a solidão de quem está passando por momentos complicados. É preciso falar. Não ter medo de se expressar sobre sentimentos sombrios, pois é mais do que necessário colocá-los para fora. É importante falar com a família e os amigos sobre como se sente, independente de como eles irão reagir a respeito. Quem sente esta ferida que parece nunca cicatrizar precisa do remédio que é o apoio de outras pessoas. Precisa ser constantemente lembrado de que é alguém especial e que sua vida é preciosa. 


 A parte fictícia deste anime fez com que Naho, Suwa, Hagita, Azusa e Chino pudessem escrever cartas e enviar para o passado em um universo paralelo no qual seus "eu" de dez anos atrás pudessem evitar que a tristeza consumisse Kakeru e que sua amizade fizesse o garoto desistir de deixar a própria vida. Nos últimos momentos do episódio final ele diz que pensou em como os amigos ficariam sem ele e isso o fez querer viver de novo. Ou seja, o apoio que recebeu dos amigos em uma fase tão delicada fez com que ele encontrasse um motivo para continuar vivo. "Eu quero viver!"

 Queira viver como o Kakeru. Converse sobre como se sente com quem estiver disposto a ouvir. Não deixe a depressão cobrir quem você é de verdade, não permita que ela te sufoque. Desabafe. Não se culpe, não tenha medo, não se machuque, não se menospreze, não se rebaixe, não abaixe a cabeça e não sofra calado. Jamais. Em qualquer lugar no mundo existe alguém esperando para ver o seu sorriso se abrir mais uma vez!

Você também pode gostar

1 comentários

  1. Quanto tempo que não comento aqui !! kk (Talvez seja porque sou sumida?)
    Mas então, um dos motivos de eu AMAR Orange é justamente esta história do Kakeru e seus amigos que me prendeu tanto.
    Eu tenho depressão, e vivo conversando com os meus amigos sobre e já pensei em suicido várias vezes e só não fiz nada pois sou medrosa e isso me mantem mais "sã" e penso no trabalho que vou dar para os que ficaram.

    Só consigo falar abertamente assim por que imagino que é uma forma de desabafar, colocar para fora...

    E a história do anime/manga me fez pensar bastante sobre isso, assim como o Kakeru eu tenho alguns (poucos) amigos que se importam comigo a ponto de ficar horas me aconselhando e conversando, me dizendo a importância que tenho e preciso dizer que isso me faz muito bem e só por conta deles que ainda estou aqui. Então sim, o apoio de amigos e pessoas próximas são importantes demais. Me emocionei MUITO quando li o manga e vendo o anime não foi diferente, por mais que alguns pensem que foi exagero da parte dele eu posso dizer que não foi. Tem pessoas que querem morrer por coisas mais "simples" que a culpa que ele sentia, quando a depressão pega alguém a coisa mais boba pode parecer a pior do mundo, então não vamos deixar essas pessoas sozinhas. Seria ótimo se existisse uma forma de mandar uma carta para o passado igual eles fazem :(
    Precisamos de mais Naho, Suwa, Hagita, Takako e Azusa no mundo!!

    Eita que o comentário ficou grandinho kkk
    Bem é isso, acabei falando de mim, mas -q
    Beijos~
    Otaku 4ever (http://otaku4ever.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir

- Aproveite este espaço para conversar conosco. As guardas estarão monitorando e moderando seus comentários para evitar que não sejam lidos e também evitar comentários desrespeitosos;

- Deixem sempre o link de vossos blogs nos comentários para que nós e outras pessoas possam visitar;

- Caso queira entrar em contato sobre o blog use o nosso e-mail (ruadasbegonias@gmail.com).

Siga o blog

Acompanhe pelo facebook

Conheça outros blogs