Por dentro da história: Mitologia grega/romana e Mirai Nikki

11:23



 Sabemos que muitos animes e personagens são baseados em alguma outra história, fato ou acontecimento, e hoje trago a relação de Mirai Nikki com a mitologia e os deuses gregos/romanos.


 Em Mirai Nikki fica evidente a relação com a mitologia logo na primeira abertura, onde a música relaciona o nome dos doze deuses romanos em latim. Se quiserem conferir a abertura é só clicar aqui! E a partir daí começam as comparações com os deuses mitológicos e os doze jogadores.

Amano Yukiteru que é o protagonista da história é baseado no deus romano Júpiter, ou, o deus grego Zeus. No começo da história Yukiteru depende muito de Yuno, assim como Zeus dependia da deusa grega Hera. E ainda segundo a mitologia, Zeus subiu ao Olimpo e derrotou Cronos, e então comandou o Céu, a Terra e os demais deuses e quando se casou com Hera os dois se tornaram os deuses do Olimpo. O que remete ao final da história, onde junto a Yuno, Yukiteru sucede o Deus.



Como já foi dito, Gasai Yuno é baseada na deusa romana Juno, que corresponde a deusa grega Hera. Hera tinha fama de ter muito ciúmes do seu esposo Zeus. Seguindo esse pensamento de ciúmes, podemos relacionar ao diário de Yukiteru o qual Yuno carrega, que diz tudo sobre a vida dele, e também ao fato de não pensar duas vezes ao querer matar quem se aproxima de Yukiteru.




Hiyama Takao que possui o terceiro diário, possui uma pequena relação ao deus romano Vulcano, representação do deus grego Hefesto. Hefesto tinha habilidades manuais, assim como Takao, que construiu sua máscara e seu colete, os quais protegem sua identidade e sua vida.





Kurusu Keigo o quarto dono de diário, possui o diário investigativo, o qual ajuda em seu trabalho, por ele ser policial. É baseado em Mercúrio, o deus grego Hermes, que era o mensageiro dos deuses, e o deus das habilidades da linguagem, do discurso persuasivo e também por ter de investigar várias situações diferentes em certos momentos.




O quinto dono de diário, Houjou Reisuke tem base na Deusa grega Deméter, em grego: Δημήτηρ, "deusa mãe". Na mitologia, quando Perséfone, filha de Deméter foi roubada, a deusa decidiu não voltar ao olimpo e saiu como louca pelo mundo afora sem comer e nem descansar. Como ela é a deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano a terra tornou-se estéril, o gado morreu, o arado quebrou, os grãos não germinaram. Sem comida a população sofria de fome e doenças. Remetendo a criança Reisuke que também ficou desolado ao perder seus pais, procurando vingança. Sua personalidade diabólica pode ser vista na deusa.
A portadora do sexto diário, o diário da clarividência, é Kasugano Tsubaki, baseada em Perséfone, filha de Deméter, que foi roubada de sua mãe e que perdeu sua ingenuidade sexual, assim como Tsubaki, que depois que seus pais morreram em um acidente, ela foi parte de um ritual, onde vários homens abusaram de seu corpo.



Isubaka Maruko e Mikami Ai, os sétimos, são o casal baseado em Marte e Vênus, deuses romanos da guerra e do amor correspondentes a Ares e Afrodite, respectivamente. Tal relação pode ser percebida em seus diários, onde os primeiros referiam-se a golpes de luta, facilmente relacionados a Marte, e flertes, habilidade amplamente utilizada por Vênus em variados contos. Já o segundo diário de ambos alude ao caso amoroso de Marte e Vênus na mitologia.


Ueshita Kamado, a oitava dona de diário é dona também de um orfanato, chamado "casa da mãe". Sua base mitológica vem de Vesta, deusa romana correspondente à grega Héstia, divindade do lar e da família. Na mitologia, para proteger o lar (o Olimpo) ela algumas vezes abdicou de direitos os quais possuía, sendo um deles seu trono no Olimpo, assim como Kamado que só participa do jogo para proteger o orfanato.



Uryuu Minene a nona possuidora de um diário, é uma terrorista e possui o diário da fuga, mostrando sempre a melhor rota para fugir de perigos. E nesse contexto, sua personagem é baseada na deusa romana Minerva, correspondente a deusa grega Atena, deusa da sabedoria que leva uma lança em sua mão, mas que não significa guerra e sim uma estratégia de vencer.



Tsukishima Karyuudo é o décimo dono de diário. É um criador de cachorros, e por ter grande devoção ao que faz, acaba negligenciando seus deveres familiares. Possui o diário da criação, o qual permite-o comandar todos os seus cachorros, dando ordens e localizações a eles. Devido a tal devoção para com seus animais, e à especificidade de seu diário, sua base mitológica é Diana, deusa romana da caça e da lua, sendo Ártemis sua forma grega.

Bacchus John, o décimo primeiro jogador possui uma alusão clara em seu nome e o deus romano Baco, correspondente ao deus grego Dionísio. Remete a personalidade do deus, quando nos instantes finais de sua vida ele pensa estar insano.

Hirasaka Yomotsu o décimo segundo participante do jogo, é um insano "justiceiro" cego, que possui a própria interpretação, considerando justiça como aquele que ganha, Possui o diário da justiça. É baseado no deus romano do submundo Plutão, o grego Hades. Em grego "Άιδης", em uma tradução primitiva Ά - não e ιδης - ver, pode sugerir o fato de Yomotsu ser representado como um personagem cego.




[Créditos: olympiansbr]

Você também pode gostar

8 comentários

  1. Olá, vou ser sincera, Mirai Nikki é um dos meus favoritos, mas não sabia dessa relação, obrigada rsrs.

    Adorei o post.

    Aegyo Pudim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que trouxe coisa nova haha

      Excluir
  2. Adorei o post '-' não sabia disso tudo, e confesso não ser muito fã de Mirai

    Blog: http://meubaudeestrelas.blogspot.com.br

    Fan page : https://www.facebook.com/blogmeubaudeestrelas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Também não gosto muito de Mirai :( haha

      Excluir
  3. Olha, eu já tinha ouvido falar desse anime, mas nunca assisti, porque até então não tinha chamado minha atenção, mas confesso que acho esse assunto de mitologia bem interessante, até estou pensando em começar a assistir haha

    Beijo!
    Laís | Brulamour

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que não achei tão incrível como sempre me falaram que era, mas eu gosto muito dessas comparações com mitologia ou com outras histórias, parece tudo mais interessante. Mas quando tiver um tempo, assista sim *-*

      Excluir
  4. Que foda! Fui mais um que assistiu e amou, mas não percebeu e nem sabia dessas semelhanças... Muito bom e bem pensado, hein?

    ResponderExcluir

- Aproveite este espaço para conversar conosco. As guardas estarão monitorando e moderando seus comentários para evitar que não sejam lidos e também evitar comentários desrespeitosos;

- Deixem sempre o link de vossos blogs nos comentários para que nós e outras pessoas possam visitar;

- Caso queira entrar em contato sobre o blog use o nosso e-mail (ruadasbegonias@gmail.com).

Siga o blog

Acompanhe pelo facebook

Conheça outros blogs